Serviços de Orientação e Psicologia (SPO)

 

I FUNCIONAMENTO

A psicóloga Ana Bela Alfaro Cardoso pode ser contactada por alunos, pais/encarregados de educação, diretores de turma, professores e pessoal não docente, diretamente, através do telefone da escola 239701792 – extensão 61 ou por email – O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. . Os pedidos devem fazer-se através do preenchimento da ficha de sinalização.

Os Serviços de Psicologia e Orientação funcionam num gabinete por cima da biblioteca escolar.
Os primeiros contactos devem ser feitos, de preferência, durante o intervalo grande da manhã, em qualquer dos dias da semana.

II APRESENTAÇÃO

Os Serviços de Psicologia e Orientação (SPO) são estruturas especializadas de apoio e de orientação educativa, conforme previsto na Lei de Bases do Sistema Educativo.
Asseguram o acompanhamento do aluno, individualmente ou em grupo, ao longo do processo educativo, bem como o apoio ao desenvolvimento do sistema de relações interpessoais no interior da escola e entre esta e a comunidade, contribuindo para a igualdade de oportunidades, para a promoção do sucesso educativo e para a aproximação entre a família, a escola e o mundo profissional, conforme preconizado pelo Decreto-Lei 190 de 17 de Maio de 1991.
Os técnicos dos serviços dispõem de autonomia técnica e científica respeitando, na sua prática, as normas éticas e deontológicas das suas funções, nomeadamente a salvaguarda da privacidade dos alunos e das suas famílias, no respeito pela sua cultura, interesses, valores e decisões.

III PRINCIPAIS ÁREAS DE INTERVENÇÃO

1. Desenvolvimento vocacional

Individualmente ou em grupo, são desenvolvidos Programas de Orientação Escolar e Profissional para o 11º ano e 12º ano de escolaridade e Programas de Aproximação ao Mundo do Trabalho para os alunos do 12º ano dos Cursos Profissionais. São também acompanhados todos os alunos que, independentemente do ano que frequentam, necessitem de informação escolar e profissional ou de qualquer tipo de apoio relativo às suas escolhas vocacionais.

Nesta área, pretendemos apoiar os alunos na consolidação dos seus projetos pessoais, revendo os fundamentos das suas decisões vocacionais, desenvolvendo competências de tomada de decisão e de integração no mundo profissional.

São também levadas a cabo ações de esclarecimento sobre o acesso ao ensino superior, cursos e profissões, em colaboração com organismos da comunidade e integradas na Semana de Informação Escolar e Profissional.

2. Apoio psicológico e psicopedagógico

Os SPO procuram promover o sucesso escolar identificando dificuldades e necessidades que estão na base de problemas de aprendizagem, explorando estilos de aprendizagem, promovendo o desenvolvimento de competências para o estudo e fomentando o treino para o trabalho autónomo e a motivação para o estudo.

Intervêm ao nível do desenvolvimento da auto estima, das competências de relacionamento interpessoal e da prevenção de comportamentos de risco. Desenvolvem ações dirigidas ao controlo de ansiedade face à avaliação.

São acompanhados alunos com necessidades educativas especiais, ao abrigo do Decreto-Lei nº3/2008 de 7 de Janeiro, em colaboração com outros serviços competentes, designadamente os de educação especial, sendo definidas estratégias educativas e apoios especializados adequados.

Determinados casos podem ser encaminhados para outros serviços especializados.


3. Apoio ao sistema de relações da comunidade educativa

Nesta área, e tendo como referência o projeto educativo, procura promover-se o desenvolvimento das relações interpessoais no interior da escola e entre esta e a comunidade, numa tentativa de encontrar as diferentes causas dos problemas e as respetivas soluções.

Daí que uma parte importante da intervenção do psicólogo passe pelo trabalho em equipa, articulando estratégias com os órgãos de direção e gestão da escola, diretores de turma e professores, núcleo de apoios educativos e demais intervenientes da comunidade educativa.

A colaboração com instituições exteriores à escola (Centros de Saúde bem como outros serviços de saúde, Centro Regional de Segurança Social, Comissão de Protecção de Crianças e Jovens de Coimbra, Equipa Multidisciplinar de Apoio ao Tribunal de Menores e instituições de ensino superior, nomeadamente a Universidade de Coimbra e Instituto Politécnico de Coimbra) tem também uma importância fundamental.

4. Prevenção do absentismo escolar, do abandono precoce e dos comportamentos disruptivos

Nesta área pretende-se promover uma adequada integração dos alunos, prevenindo a fuga à escolaridade, o abandono precoce e o absentismo sistemático bem como os problemas disciplinares. Assim, os serviços tentam identificar e analisar as causas do insucesso escolar e propor medidas tendentes à sua eliminação, colaborando em diversas ações comunitárias. Pretendem sensibilizar os alunos, as famílias e a comunidade em geral, para as vantagens da qualificação profissional no acesso ao mundo do trabalho.
Integra o grupo de tutoria da escola colaborando na intervenção e acompanhamento de casos.

 

Aviso aos alunos sobre Atividades de Orientação Escolar e Profissional

 

 

Legislação

  • Decreto-Lei 190/91, de 17 de Maio - Criação dos S.P.O nos estabelecimentos de educação e ensino públicos
  • Decreto-Lei 300/97, de 31 de Outubro – Regime jurídico que cria a carreira de psicólogo dos Serviços de Psicologia e Orientação, no âmbito do Ministério da Educação
  • Decreto-Lei 184/2004, de 29 de Julho e Decreto-Lei n.º 262/2007 de 19 de Julho – Conteúdos funcionais da carreira de psicólogo
  • Decreto-Lei nº 3/2008, de 7 de Janeiro – Define os apoios especializados a prestar na educação de alunos com necessidades educativas especiais.